Sobre a Escola

A criação na Universidade de Évora de licenciaturas de âmbito artístico (nas áreas da Arquitectura, Artes Cénicas, Artes Visuais e Música) surgiu da necessidade de se conjugar diversas potencialidades humanas e científicas de diferentes espaços transdisciplinares para a satisfação de exigências da vida social e cultural contemporâneas, do sistema de ensino e das aspirações vocacionadas pelos jovens estudantes. Poderá considerar-se que se pretendeu desde 1995 criar as fundações propicias para se estruturar uma via de ensino profissionalizante e simultaneamente incentivar vias vocacionais nas áreas referenciadas em epígrafe. Assim, pretendeu a Universidade de Évora dar provas de um dinamismo institucional, demonstrando uma eficaz gestão dos seus recursos humanos num projecto cultural ligado à dinâmica de renovação da Universidade, inserida num espaço privilegiado de uma cidade património mundial, com o objectivo de uma forma inovadora reagir a realidades profissionais diversificadas na área das artes. Assim, deverá salientar-se que a pretensão da Universidade de Évora desde esta data foi o de se tornar um pólo dinamizador de instituições locais e regionais, contribuindo de um modo directo para o alargamento das suas actividades e dinamismo futuro e diversificando os serviços prestados à comunidade em que se insere. Pretendeu, assim, contribuir para um favorável dinamismo cultural na cidade e região e na própria instituição, potencializando as suas naturais apetências artísticas e ambientais. Foi assim, com base nos paradigmas supra referenciados que na recente alteração orgânica da Universidade de Évora, em 2010 através da publicação dos seus estatutos, pelo Diário da República, 2ª série, nº 18 de 27 de Janeiro de 2010, que a Escola de Artes foi constituída como uma unidade orgânica de investigação e de ensino, criação, experimentação e produção artística, transmissão e difusão da arte e cultura nos domínios que lhe são inerentes. Assim no âmbito da sua Estratégia de Política a Escola de Artes pretende cumprir com a sua missão , tornando-se um dos maiores interlocutores de excelência na aculturação dos cidadãos ao nível do mundo das artes, mais precisamente na educação, formação e consolidação de uma cultura artístico - musical com elevados níveis de qualidade. Tal aposta permitirá aos cidadãos uma maior sensibilidade e visão cultural do mundo artístico, possibilitando a aquisição de novas valências, fundamentais para o desenvolvimento do ser humano.